Cia  da palavra

A poética transforma a palavra num cristal de rara beleza.

Ler é nobre.
Textos


Sociedade alheia

Certeza nenhuma
a violência sim, continua
políticos alheios,
leis obsoletas.
Medo de mudar?
Não.
Muitas são as culpas.
Minha culpa, minha máxima culpa.
Drogas!
Muitos os favorecidos.
Mudar?
Como mudar?
Mais um corpo estendido no chão.
Mudar?
Prá quê?
Mais um menor sem solução.
Mudar?
Certeza?

Nelmara Cosmo
 
COSMO
Enviado por COSMO em 17/02/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras