Cia  da palavra

A poética transforma a palavra num cristal de rara beleza.

Ler é nobre.
Meu Diário
10/10/2019 16h22
Brasil

Brasil

Beleza

Religiosidade

Audácia

Sincronia

Iluminado país

Lição de Natureza.


Publicado por COSMO em 10/10/2019 às 16h22
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
10/10/2019 15h47
Nem sempre

Nem sempre

Nem sempre se vive esperando,

nem sempre se vive amando.

Nem sempre se acha o acaso.

Se torce ao contrário.

Nem sempre se ama o 

           amor.

 

Se sacia sem comer.

Se vive sem viver.

Nem sempre, nem sempre....

mas sempre se acorda,

pois o relógio marca a hora

e o tempo marca o

              sempre.

 


Publicado por COSMO em 10/10/2019 às 15h47
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
09/10/2019 17h58
Da janela

Acordo. Manhã de céu azul,

sem nuvens para imaginar carneirinhos,

     para sonhar

     com castelos.

Acordo enquanto tantos acordam em diversas janelas,

azuis ou amarelas.

Vendo o mesmo imenso céu azul .

Acordo, mas estou triste 

porque tantos sem esperança

olham pelas janelas .

Morrem diante de janelas.

Diante do céu azul.

Diante de uma sociedade hostil.

Acordo, manhã de céu azul.

Minha janela é linda!


Publicado por COSMO em 09/10/2019 às 17h58
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
09/10/2019 15h44
Ser poeta

Ser poeta
Poeta é ser um pouco de tudo.
É ser louco.
É ser mago,peregrino. É ser perene.
Ser poeta é ser místico, mágico.

Ser tudo e nada. Nada no mundo, muito de si.
Fecundo, frutífero e febril.
Ser, simplesmente ser poeta 


Publicado por COSMO em 09/10/2019 às 15h44
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
08/10/2019 12h32
Quero

Quero falar das espécies raras,
daquelas em extinção.
Quero falar no anonimato,
deixando os aparatos.Quero sorver o mel puro,
do doce que não provei.
Quero vestir a língua cansada,
da palavra que não falei.
Quero por hora dizer.
Não que precise de precisão.
Quero apenas falar
das pessoas que ainda tem 
amor
no
coração.

 


Publicado por COSMO em 08/10/2019 às 12h32
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Página 5 de 7 1 2 3 4 5 6 7 [«anterior] [próxima»]

Site do Escritor criado por Recanto das Letras