Cia  da palavra

A poética transforma a palavra num cristal de rara beleza.

Ler é nobre.
Textos


Entardecer.
Praia deserta.
Linda de se ver.
Meus passos leves
e leves marcam a areia.
Medito nesta tarde sombria.
Busco na alma a sabedoria
de fazer poesia.
Inquieta, preencho vazios
Sem conclusões.
Percebo a poucos metros 
Uma coruja parada naquela areia leve.
Leve e mais leve caminho
Com medo dela voar.
Aproximo meu olhar, que se cruzam.
Seu fixo olhar penetrante
Me fazem chorar.
Ali a sabedoria de um olhar.
Queria com ela aprender a amar.
COSMO
Enviado por COSMO em 13/11/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras