Cia  da palavra

A poética transforma a palavra num cristal de rara beleza.

Ler é nobre.
Textos


Passo por entre passos.
Paisagem bucólica do passado 
Sinto o pulsar acelerado 
Tantos e tantos massacrados
Pela fome,pelo preconceito.
Fico sem jeito.
Dor no peito.
Piso na folha amarelada 
Minha alma está gelada.
Coragem, acelero o passo
Passo, ali fica o passado
Entre casas 
Naquele chão a dor de outrora.
Hoje dói meu coração.
COSMO
Enviado por COSMO em 09/11/2019
Alterado em 09/11/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras